Tradutória

Reflexões sobre a Tradução. Confira aqui dicas sobre livros, internet, dicionários, tudo para ajudar o tradutor e um pouco de literatura em geral.

E-mail de atendimento.

terça-feira, novembro 12, 2002


[12:28 PM]

Living is easy with eyes closed

Em uma aula de prática de tradução, nós — os alunos e a professora — discutíamos a formação do futuro tradutor. Chegamos à conclusão de que o currículo não é suficiente, as aulas de teoria e as de prática de tradução não cumprem totalmente com a necessidade e as perspectivas dos estudantes de tradução. O que se recebe em termos de conhecimento e "prática" em nossa universidade (estudo na Universidade de Brasília) não condiz ou não encontra condições, pelo menos até agora, com o mercado de trabalho prático da tradução. Talvez relegado a um segundo plano ou mesmo na base do "não se toca no assunto", esse mercado real de trabalho real e competitivo não é abordado nas discussões de prática ou Teoria; o que quer que seja essa teoria é uma discussão para outro dia.
È certo que existem muitos meios para quem não quer só ficar no blá blá blá da teoria universitária e nas práticas, estas, pelo visto, que só dão uma idéia da área a ser traduzida; nada muito profundo na maioria das vezes. Não quero aqui desmerecer os professores, ao contrário, eles sim trabalham muito para dar conta do recado mesmo perante todo esse quadro e com tanto tempo limitado por semestre; tarefa impossível essa, já que não conseguimos absorver todo o conhecimento e experiências destes profissionais nesse pouco tempo. Uma pena!
Mas para aqueles que não se conformam, aqueles que sempre querem mais informações e já desejam ganhar mais experiência e conhecimento, os meios são muitos, principalmente em tempos de globalização e internet. Há vários grupos de discussão em tradução na rede, diversas páginas sobre tradução, fóruns, etc. Os instrumentos de ajuda, como esse Blog estão disponíveis a estudantes e profissionais, para quem quiser e tiver um mínimo de interesse em expandir seus horizontes nessa arte de traduzir. Quem quiser estar à frente nessa profissão não pode deixar de conhecer o “mundo lá fora” da universidade. Não mantenhamos os olhos fechados, mas procuremos ficar com eles bem abertos a tudo que diz respeito à tradução.


Postado por Jim |
Speak Out!



 

::Arquivos::